Reflexões sobre a prática docente é enfoque de módulo inédito da Formação de Formadores

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) iniciou, nesta terça-feira (13), a primeira turma do Módulo 3, do Nível 1, do curso de Formação de Formadores. Foram inscritos 96 participantes para a ação educacional que ocorre, em Brasília (DF), até dia 14 de junho. A aula de abertura contou com a participação do desembargador Eladio Lecey, presidente da Comissão de Desenvolvimento Científico e Pedagógico da Enfam, e dos formadores que conduzirão os trabalhos durante o curso.

O desembargador Eladio destacou que um dos objetivos do curso é proporcionar a análise da prática docente e dos resultados percebidos durante o percurso da formação dos participantes.

Ainda na abertura, os formadores fizeram uma apresentação de boas-vindas com mensagens que ilustram a importância do papel do formador no processo de ensinagem.

Na sequência, a Professora Léa Anastasiou proferiu palestra sobre o uso de estratégias metodológicas (ativas) e avaliativas. Em sua exposição, ela ressaltou a importância de o formador se avaliar no percurso do curso e de buscar novas trilhas, refazendo ações sempre que necessárias.

No final da manhã, a formadora Vânila Moraes coordenou o debate das questões formuladas pelos formadores e pelos participantes à professora Léa. Um dos pontos debatidos foi como o docente pode atuar para substituir as formas tradicionais de ensino por metodologias ativas de aprendizagem, que podem ser utilizadas como recurso didático na prática do docente que atua com ensino profissional.

Essa terceira etapa faz parte do novo currículo da formação de formadores da Enfam para 2017 e tem como foco o desenvolvimento docente. Participam dessa etapa magistrados e servidores das áreas pedagógicas das escolas judiciais e de magistratura que já tenham concluído os demais módulos.

O Módulo 1 foi concebido em três dias presenciais – 24 horas-aula, e o Módulo 2, que visa a sedimentação da base teórico-prática sobre o trabalho docente no que se refere a planejar e realizar o ensino, é realizado em 40 horas-aula, na modalidade de educação a distância.

Objetivos

De forma geral, o Módulo 3, que é realizado em 16 horas-aula, visa possibilitar aos formadores condições para analisar, reflexivamente, a prática docente, levando em consideração o percurso do trabalho e a formação no âmbito da magistratura.

Os objetivos específicos do curso preveem que os magistrados formadores consigam analisar o processo de formação e a atividade docente no contexto da magistratura; avaliar aspectos relacionados ao trabalho desenvolvido pelo magistrado formador a partir da sua prática docente, sob uma perspectiva ética e humanística; e relatar a percepção sobre os fundamentos pedagógicos e a prática docente, quanto às metodologias ativas e à avaliação.

O curso segue até amanhã (14), com aulas, debates e atividades em grupo.

Confira a programação