Curso de prática jurisdicional foca na avaliação formativa de juízes

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) iniciou nesta segunda-feira (2), em Brasília, a primeira edição do curso de Prática Jurisdicional (avaliação de portfólio), módulo que corresponde ao nível 2 do curso de “Formação de Formadores”.

A ação educativa é oferecida a uma turma de 20 inscritos, entre magistrados e servidores que atuam no planejamento e desenvolvimento de cursos de formação inicial. Participam do evento alunos que já haviam concluído o nível 1 da “Formação de Formadores” da Enfam – ou curso equivalente.

O módulo leva em conta a importância de capacitar o juiz, coordenador da prática jurisdicional, para atuar com constante análise do processo de trabalho, fazendo acompanhamento e avaliação de atividades de prática profissional e supervisão do desempenho de juízes em início de carreira.

Para tanto, foca na estratégia da avaliação por portfólio, prática que permite maior visão do percurso formativo, regula aprendizagens, promove avanços e contribui para uma avaliação mais efetiva.

“O tema é novo e diz respeito a uma questão que é novidade entre nós: a avaliação prática de juízes em processo de formação inicial recebidos em unidades judiciárias”, conta o desembargador eleitoral Alberto Jorge (foto à direita), do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL). “Como avaliar esse juiz é a maneira pela qual a ação se conduz. Foi isso que despertou meu interesse pelo curso”, completa.

Ao longo do curso, os participantes assistem a exposições dialogadas e integram grupos de trabalho em atividades e simulações relacionadas à temática da prática jurisdicional.

O módulo tem carga de 24 horas-aula, sendo 16 horas presenciais e 8 horas de atividades a distância, que envolvem leituras e levantamento de questões pertinentes. A etapa presencial termina nesta terça-feira (3).

Veja mais fotos do curso no álbum da Enfam no Flickr.