Colóquio Educação Judicial

IMAGEM COLÓQUIO horizontalO evento foi realizado em parceria com a Escola da Magistratura do Estado do Espírito Santo – EMES, no dia 25 de maio de 2015, em Vitória, e conduzido por Livingston Armytage, especialista em educação judicial do Centre for Judicial Studies, da Austrália.

Prof_ArmytageO Dr. Armytage, reconhecido internacionalmente como um dos maiores estudiosos do tema, afirma que os juízes apresentam características e práticas de aprendizagem distintas dos demais aprendizes profissionais. Assim, o papel e as atribuições dos responsáveis pela formação dos magistrados são diretamente afetados e assumem maior relevância.

O colóquio foi especialmente dirigido aos diretores, coordenadores pedagógicos das escolas e formadores. Nele houve a apresentação de um panorama global da educação judicial e dos desafios enfrentados pelos formadores, além da abordagem sobre a importância do envolvimento das lideranças na educação judicial para os processos de mudança do Judiciário. O professor Armytage tratou, ainda, da teoria da aprendizagem de adultos e das técnicas aplicáveis à formação profissional especializada dos magistrados.

O evento teve início às 9:30 do dia 25/5, segunda-feira, e terminou às 18:30.

Local: Escola da Magistratura do Estado do Espírito Santo (EMES)
Av. João Batista Parra, 320, Enseada do Suá, Vitória – ES
Tel.: (27) 3145-3153/3154/3155


Temas – 
25 de maio de 2015

– A Educação Judicial no mundo – panorama geral
– Questões e desafios para os Formadores Judiciais
– A teoria da educação de adultos – sua aplicação aos magistrados
– Os princípios na prática – algumas técnicas

  • Clique aqui para acessar a apresentação do Professor Livingston Armytage.
  • Para conhecer sobre o trabalho do Professor Livingston Armytage no Centro de Estudos Judiciais da Austrália, clique aqui.
  • Para acessar artigos sobre educação judicial, clique aqui.
  • Neste link acesse o excerto de artigo traduzido.

 

Conteúdo atualizado em 22/11/2016