Equipes de EaD das escolas participam de ação formativa para elaboração de cursos a distância

Começou hoje e segue até amanhã (24) o Nível 2 do curso Formação de Formadores – Demandas das equipes de EaD, promovido pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

A ação educacional tem carga de 16 horas-aula divididas em minioficinas, as quais contemplam as etapas de implementação do curso EaD: o planejamento, a produção de material, a formação conteudista, a formação de tutores, e, por último, a avaliação.

“A gente tem realidades muito distintas. As escolas estão em fases diferentes no que se refere ao trabalho com cursos a distância. Existem algumas que ainda não têm EaD implementada, e há outras que já estão mais avançadas”, ressaltou a formadora Daniella Cabeceira (foto ao lado).

Ministrada pelas formadoras Marizete Oliveira e Daniella Cabeceira, ambas atuantes na área de educação a distância da Enfam, a oficina tem por objetivo possibilitar que os discentes compreendam todas as dimensões envolvidas no processo de elaboração dos cursos EaD, de forma a explicitar os tipos de recursos educacionais, criar estratégias de assessoramento do trabalho de tutores e conteudistas, analisar aspectos teórico-práticos, entre outros objetivos.

“As escolas nos passaram essa necessidade de formar suas equipes em relação à educação a distância. Com base na avaliação diagnóstica feita no processo de inscrição, nós elaboramos as oficinas e pensamos em um plano de ação conjunta entre as escolas que estão aqui e a equipe da Enfam. O mais importante de tudo é realizar essa capacitação para ajudar as escolas e levantar ações de integração entre elas e a Enfam”, explicou Marizete Oliveira (foto ao lado), coordenadora de Planejamento e Avaliação de Ações Pedagógicas.

A formação é essencial para o desenvolvimento das escolas de magistratura no âmbito da educação a distância. O cursista Gabriel Collaço, assessor pedagógico de comunicação da Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina (Esmesc), afirmou: “Vir até a Enfam é sempre adquirir novas experiências. Nós buscamos aqui todo o conhecimento da equipe que já trabalha com EaD para fomentar novos cursos e projetos na Escola estadual”.

Veja mais fotos no Flickr da Enfam.