Enfam realiza as primeiras turmas de 2019 do curso Formação de Formadores

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) iniciou, nesta terça-feira (12), duas turmas do curso Formação de Formadores, Nível 1, Módulo 1 – Elementos da atividade docente no contexto da magistratura.

A ação educativa tem por objetivo organizar as aulas vinculadas aos programas de formação inicial e continuada de magistrados, direcionadas para o desenvolvimento de competências necessárias à atuação docente.

“O conhecimento adquirido aqui é o que nós precisamos para passar para os magistrados do nosso estado, de modo que sejam respeitadas as peculiaridades locais; mas, ao mesmo tempo, que nós tenhamos a formação de magistrados conectada ao que a Enfam espera”, relata Rafaela Mattioli, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR), sobre sua participação no curso de formadores.

De acordo com o formador Roberto Barcellar, desembargador do TJPR, os métodos ativos são essenciais para a construção do conhecimento no curso Formação de Formadores, tendo em vista que é um processo contrário à educação tradicional, que não considera as experiências prévias dos alunos.

“A proposta é fazer um alinhamento com as diretrizes pedagógicas da Enfam para os formadores, pois eles precisam ter um perfil que alcance as margens sociais nas decisões judiciais. O magistrado não tem um fim em si mesmo; a função do magistrado é atender à sociedade, e a formação que ele tem vai influenciar diretamente a sua atividade e as suas relações pessoais”, ressalta a formadora Sara Fernanda Gama, do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJMA).

A formação seguirá até quinta-feira (14), e serão abordadas as seguintes temáticas: O desenvolvimento da formação de magistrados; A docência no contexto da magistratura; Especificidades do ensino e da aprendizagem; As diretrizes Pedagógicas da Enfam e o processo de ensino orientado para o desenvolvimento de competências; entre outros temas vinculados à formação de base docente.

Veja mais fotos no Flickr da Enfam.