EPM inicia em novembro atividades do Núcleo de Estudos em História e Memória

A Escola Paulista da Magistratura (EMP) anunciou o calendário de reuniões de seu Núcleo de Estudos em História e Memória, na modalidade extensão universitária, sob a coordenação da desembargadora Luciana Almeida Prado Bresciani e do juiz Carlos Alexandre Böttcher. Os encontros acontecerão mensalmente em formato on-line, de 13 de novembro de 2020 a 12 de novembro de 2021, sempre às sextas-feiras, das 9h às 12h.

Os objetivos principais do Núcleo de Estudos têm caráter teórico e prático. No primeiro, o foco é a discussão acadêmica destinada à produção científica e à publicação de artigos. No segundo, o intercâmbio de experiências e reflexões pelos profissionais, magistrados e servidores de todo o país, que têm interesse ou atuação nas áreas de História e Memória do Judiciário, História do Direito, Gestão da Memória e Gestão Documental.

São oferecidas 120 vagas, abertas a magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e de outros tribunais estaduais, eleitorais, federais, militares e do Trabalho; integrantes e servidores do Ministério Público do Estado de São Paulo e de outros estados e da União, e servidores de instituições públicas relacionadas ao tema.

As inscrições podem ser feitas até o dia 6 de novembro no site da EPM. Todos os candidatos que se inscreverem no período determinado ou até o preenchimento das vagas, atentando-se às categorias admissíveis no público-alvo, serão matriculados automaticamente, respeitando a ordem cronológica das inscrições.

Mais informações no edital.