Fale Conosco     |     Transparência     |     Espaço do aluno

Formação em Metodologia de Pesquisa em Direito (FOPE)

Data do evento:

30/05/2022

Horário do evento:

0:00

Local do evento:

O presente programa visa oferecer a magistrados, servidores da Justiça e operadores do direito em geral a formação necessária para encontrarem e, se preciso, construírem tais caminhos e soluções. Um tipo de conhecimento, vale registrar, pouco explorado nos percursos tradicionais de formação jurídica. Em sua versão completa, o programa também pode ser adotado como formação metodológica complementar a orientadores de pesquisas desenvolvidas nos programas e cursos da Escola, principalmente as de natureza empírica.

[Inscreva-se aqui]

Vagas: 30

Carga horária: 30 horas-aula

Event Timelines

1
Objetivos

À Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira, criada pela Emenda Constitucional n. 45/2004, cabe, entre outras atribuições:



Regulamentar, habilitar, autorizar e fiscalizar cursos oficiais para ingresso, vitaliciamento, promoção e formação continuada na carreira da magistratura;
Definir as diretrizes básicas para a formação e aperfeiçoamento de magistrados;
Fomentar pesquisas, estudos e debates sobre temas relevantes para o aprimoramento dos serviços judiciários e da prestação jurisdicional;
Promover a cooperação com entidades nacionais e estrangeiras ligadas ao ensino, pesquisa e extensão;
Promover cursos relacionados com os objetivos da magistratura nacional, dando ênfase à formação humanística.

Em decorrência dessas atribuições, deve a Escola contribuir para o aprimoramento do serviço judiciário, a partir de ações educacionais voltadas à formação profissional de magistrados, de seus formadores e demais profissionais que atuam nas ações educativas da Escola. É neste sentido, e considerando a problematização e informações a seguir, que se faz relevante o desenvolvimento da ação educativa proposta neste projeto.


As atividades profissionais desempenhadas no campo do direito, particularmente a administração de conflitos visando à prestação de justiça, atravessam atualmente processo de reestruturação e aperfeiçoamento com vistas à otimização dos resultados produzidos para a sociedade. Para além da alteração de leis e procedimentos, estratégia já bastante conhecida, os próprios órgãos e atores do sistema de justiça empenham-se em remodelar suas práticas e aprimorar seu funcionamento interno. Nesse cenário, as pesquisas de cunho científico focadas no direito e nas atividades de justiça, notadamente aquelas de abordagem empírica, podem oferecer caminhos menos tortuosos e soluções mais eficazes àqueles objetivos.


O presente programa visa oferecer a magistrados, servidores da Justiça e operadores do direito em geral a formação necessária para encontrarem e, se preciso, construírem tais caminhos e soluções. Um tipo de conhecimento, vale registrar, pouco explorado nos percursos tradicionais de formação jurídica. Em sua versão completa, o programa também pode ser adotado como formação metodológica complementar a orientadores de pesquisas desenvolvidas nos programas e cursos da Escola, principalmente as de natureza empírica.

2
1. 30/05 - 9/12h

Ciência do direito e pesquisa. Pressupostos e elementos da produção de conhecimento científico em direito. Prof. Paulo Eduardo Alves da Silva (USP); Prof. Alexandre dos Santos Cunha (IPEA; UP)

3
2. 03/06 - 9/12h

Pesquisa empírica em direito. Pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça. Prof. Paulo Eduardo Alves da Silva (USP); Prof. Alexandre dos Santos Cunha (IPEA; UP)

4
3. 06/06 - 9/12h

Métodos analíticos da pesquisa em direito. Pesquisa empírica em direito e poder judiciário. Abordagens quantitativas. Prof. Alexandre dos Santos Cunha (IPEA; UP)

5
4. 10/06 - 9/12h

Métodos analíticos da pesquisa em direito. Pesquisa empírica em direito e poder judiciário. Abordagens qualitativas. Profa. Fabiana Luci de Oliveira (UFSCar).

6
5. 13/06 - 9/12h

Pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça: acesso à justiça e gestão da Justiça. Profa. Maria Cecília Araújo Asperti (FGV)

7
6. 17/06 - 9/12h

Pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça: práticas judiciárias e administração de conflitos. Profa. Bárbara Lupetti (UFF)

8
7. 20/06 - 9/12h

Pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça: perfis e percepções dos atores do sistema de justiça. Profa. Glória Bonelli (UFSCar)

9
8. 24/06 - 9/12h

Escrita de pesquisa e aspectos éticos na pesquisa em direito e Poder Judiciário. Prof. Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer (USP)

10
9. 27/06 - 9/12h

Potenciais e limites da pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça. Prof. Paulo Eduardo Alves da Silva (USP); Prof. Alexandre dos Santos Cunha (IPEA; UP)

11
10. 27/06 - 19/21h

Palestra de encerramento: A pesquisa empírica aplicada ao sistema de justiça Profa. Maria Tereza Sadek (Cebepej)

Evento finalizado

Local do evento:

Duração do evento

  • 30/05/2022 0:00   -   27/06/2022 0:00
Compartilhar esse evento
Adicionar ao calendário
X
X