46 juízes recém-ingressos do TJGO participam do Módulo Nacional oferecido pela Enfam

Quarenta e seis novos juízes do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) participam do curso de Formação Inicial – Módulo Nacional, no período de 16 a 20 de janeiro, na cidade de Goiânia. A etapa é obrigatória para todos os magistrados que ingressam na magistratura nacional. A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) contará com a parceria da Escola Judicial do Tribunal estadual (EJUG) para ministrar o curso.

Com duração de cinco dias, o Módulo Nacional visa apresentar e integrar os novos juízes no contexto político e institucional dos principais órgãos e instituições vinculados ao Poder Judiciário. O curso objetiva ainda debater questões mais universais do direito brasileiro por meio de atividades teóricas e práticas.

A proposta metodológica tem orientação humanística e é baseada no protagonismo dos magistrados. O Módulo Nacional apresenta temas que possibilitam a inclusão do juiz recém-ingresso no universo do trabalho judicial, conscientizando cada um sobre o papel que desempenhará junto à sociedade e ao Judiciário.

As aulas abrangem os seguintes temas: Ética e Humanismo; Sistema carcerário; Políticas raciais; O juiz e o mundo virtual; Impactos sociais, econômicos e ambientais das decisões judiciais e a proteção do vulnerável; Mediação e conciliação; Questões de gênero; O juiz e o controle de convencionalidade; e O juiz, a sociedade e os direitos humanos.

 Os formadores que atuarão nessa edição do Módulo Nacional são: juiz federal Vladimir Santos Vitovsky, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2); juiz de direito Thiago Colnago Cabral, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG); juiz de direito Paulo Augusto Oliveira Irion, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS); juiz de direito Ednaldo César Santos Junior, do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE); juiz de direito Antonio Silveira Neto, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB); juiz de direito Holídice Cantanhede Barros, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA); juiz de direito Luciano Campo de Albuquerque, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR); juíza de direito Adriana Ramos de Mello, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ); juiz de direito João Batista Damasceno, do TJRJ; e juiz Rosivaldo Toscano dos Santos Júnior, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).