Abertas inscrições para workshop sobre Constelações Familiares e sua aplicação no Direito

Estão abertas até o dia 15 de agosto as inscrições para o Workshop Constelações Familiares e sua aplicação no Direito, promovido pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira (Enfam). O evento, gratuito, ocorre no dia 17 de agosto, no auditório externo do Conselho da Justiça Federal (CJF) e aberto a magistrados e operadores do Direito.

No workshop, a especialista Sophie Hellinger, diretora do Instituto Hellinger leben Schulle, da Alemanha, apresentará e demonstrará a prática das constelações familiares e das leis sistêmicas decodificadas por seu marido, Bert Hellinger, como forma de compreensão e tratamento dos conflitos.

Terapeuta e filósofo alemão, Bert Hellinger é criador das constelações familiares e descobridor de ordens sistêmicas que regem a vida e os relacionamentos, as denominadas “ordens do amor”. Ele descobriu como membros de um sistema familiar seguem padrões e destinos trágicos de seus antepassados por meio de vínculos inconscientes e desenvolveu uma ciência pela qual essas dinâmicas ocultas (emaranhamentos sistêmicos) podem vir à consciência e ser tratadas rapidamente.

O filósofo é autor de mais de 83 livros traduzidos em 30 idiomas. Sua abordagem inovadora vem ganhando cada vez mais espaço no meio psicoterapêutico e em áreas como educação, medicina, coaching, consultoria empresarial, entre outras. Aos 90 anos de idade, Bert Hellinger continua viajando o mundo ao lado de sua esposa Sophie Hellinger, ensinando a prática das constelações familiares para milhares de pessoas.

Pioneirismo

O Brasil foi pioneiro na utilização das constelações no âmbito do Judiciário para facilitar as conciliações e a resolução de conflitos em diversas áreas, pela iniciativa pioneira do juiz Sami Storch, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), a qual vem sendo replicada por diversos tribunais, entre advogados e outros profissionais, no que diz respeito à mediação e à conciliação de conflitos.

O emprego da técnica da Constelação Sistêmica permite identificar os conflitos humanos que se escondem por trás das demandas judiciais. A constelação esclarece as percepções equivocadas das relações familiares que repercutem no convívio social e comunitário e constrói percepções positivas, pois favorece a expressão das emoções genuínas.

Em abril deste ano, a Escola Nacional da Magistratura (ENM) promoveu palestra sobre o tema, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

Dinâmica

O Workshop Constelações Familiares e sua aplicação no Direito ocorrerá das 10h às 18h. O número de vagas é limitado e as inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site da Enfam.

A Enfam optou pela modalidade workshop para abordar o assunto, por se tratar de uma dinâmica que enfatiza a troca de ideias e a demonstração e aplicação de técnicas. O workshop difere de uma palestra, pois a plateia é convocada a participar do evento ativamente, não como meros espectadores, mas interagindo com o que está acontecendo. Trata-se, portanto, de uma atividade de caráter mais prático.

Clique aqui e faça a sua inscrição.