Comitê técnico da Enfam inicia planejamento de diretrizes para pesquisa em 2015

ctaf_mesa_dez_2014

Os primeiros debates do Comitê Técnico de Formação e Pesquisa (CTAF) foram em torno das diretrizes para o fomento à pesquisa, o papel da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), das Escolas Judiciais e da Magistratura, na criação dessas linhas de pesquisa a serem desenvolvidas a partir de 2015.

O secretário-geral da Enfam, juiz Paulo de Tarso Tamburini, ressalta que “esse grupo debate e traz propostas para a regulamentação, a instituição e para o funcionamento dos cursos de formação inicial e de aperfeiçoamento, além de tratar das diretrizes e dos eixos temáticos da pesquisa”.

Tamburini lembra que o diretor-geral da Enfam, ministro João Otávio de Noronha, ao criar o CTAF por meio de uma resolução, quis trazer os juízes de primeiro grau para participar de forma mais próxima das definições da Escola. “Esses magistrados são aqueles que atuam na ponta da atividade fim do Judiciário e é importante que eles tragam à Escola Nacional as suas experiências e os debates dos quais se extraíram propostas para a construção das diretrizes da formação e aperfeiçoamento dos juízes.

A reunião do comitê técnico se encerra amanhã (10/12) com as definições para os rumos da pesquisa no âmbito da Enfam e das escolas de magistratura de todo o país.

A equipe de TV do STJ registrou a primeira manhã dos trabalhos e a reunião do CTAF foi divulgada na TV Justiça.

Clique aqui para assistir ao vídeo.