Curso de Improbidade Administrativa realizado pela Enfam é selecionado para ser apresentado no 23º CIAED

O curso de Improbidade Administrativa realizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), na modalidade a distância, foi selecionado e aprovado para ser apresentado no 23° Congresso Internacional Abed de Educação a Distância, que terá como tema “Metodologias Ativas e Tecnologias Aplicadas à Educação”.

A experiência da Enfam na utilização de metodologias ativas durante o desenvolvimento do curso será apresentada pelo Juiz de Direito do Tribunal de Justiça de São Paulo Marcos de Lima Porta, que atuou como conteudista e tutor da ação formativa.

A matéria de Improbidade Administrativa é de grande interesse para a judicatura, e também é meta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Além da questão jurídica em voga atrair magistrados, segundo Marcos, a qualidade do conteúdo e os recursos didáticos e pedagógicos empregados no desenvolvimento da sua edição mais recente, realizada no período de 24 de abril a 30 de maio de 2017, são fatores que contribuíram para que os objetivos da ação educacional fossem alcançados.

A finalidade do curso é instrumentalizar os magistrados para, em conformidade com as alterações legislativas e jurisprudenciais recentes, julgar ações de improbidade administrativa e ações penais relativas a crimes contra a administração pública, adotando postura ética e comprometida com a inibição de ações ímprobas.

Congresso

O congresso será realizado de 17 a 21 de setembro, na cidade de Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil. Haverá espaço para que educadores, pesquisadores e gestores de EaD possam: relatar e compartilhar suas experiências inovadoras; divulgar trabalhos científicos baseados em investigação científica; integrar-se em mesas redondas com especialistas do Brasil e de outros países; realizar palestras e se inserir em diferentes grupos de trabalho, em áreas diversas, havendo contato com profissionais de distintas atuações.