EMERJ debate articulação entre Direito e Psicanálise

O Fórum Permanente de Direito e Psicanálise realizou, no último dia 9 de julho, sua 4º Reunião. Com o tema “Para Pensar a Articulação entre Direito e Psicanálise”, o encontro recebeu como palestrante o psicanalista e professor de direito Agostinho Ramalho. A abertura da reunião foi realizada pelo presidente do Fórum, desembargador Luis Gustavo Grandinetti, e o debate foi realizado pelo presidente do Fórum de Direitos Humanos e membro do Conselho Consultivo da EMERJ, juiz Rubens Casara, pela vice-presidente do Fórum de Direito e Psicanálise, juíza Andrea Pachá e pelo advogado Antonio Pedro Melchior.

Durante sua fala, Agostinho Ramalho chamou atenção para o tema proposto: “Para mim é sempre um desafio instigante discutir essa articulação Direito e Psicanálise. Trabalhar nessa articulação é trabalhar no eixo de uma interdisciplinaridade” E completou: “Num trabalho interdisciplinar, a relação entre as disciplinas – ainda mais quando a Psicanálise está envolvida – não é propriamente simétrica. Direito e Psicanálise não estão apenas lado a lado, êles tem uma relação que se, em algum momento tem algum paralelismo, em outros é bastante assimétrica”.

A parte final do encontro foi dedicada ao debate entre os participantes da mesa e a plateia, que se reuniu no auditório Nelson Ribeiro Alves.

 Fonte: Emerj/TJRJ