EMERJ discute “Transdiciplinaridade no Conhecimento Jurídico”

Com o tema “Transdisciplinaridade no Conhecimento Jurídico”, o Fórum Permanente de Estudos Interdisciplinares, Ética e Deontologia recebeu, no último dia 28 de agosto, no auditório Desembargador Joaquim Antonio de Vizeu Penalva Santos, palestra do magistrado aposentado e membro efetivo da Academia Brasileira de Letras Jurídicas, Paulo Nader. A reunião foi aberta pelo presidente do Fórum, desembargador Elmo Arueira, e contou com a participação da desembargadora Áurea Pimentel e do desembargador Nagib Slaibi Filho.

Ao abrir o encontro, o desembargador Elmo Arueira destacou: “O juiz terá que dar solução a um conflito. Não vai apenas fazer um trabalho jurídico de apreciar; vai decidir sobre uma questão de fato e que envolve pessoas que estão em uma sociedade moderna e exigente. Não basta a técnica, precisamos compreender a sociedade para aplicar a técnica”.

Palestrante do dia, o juiz aposentado Paulo Nader chamou atenção de todos para a importância do saber histórico: “O direito deve acompanhar a evolução histórica. Para se conhecer o direito de hoje é preciso conhecer o direito anterior”.