Emerj recebe formadores da Enfam para módulo do 37º Curso Oficial de Formação Inicial de Magistrados

Enfam considera importante que as principais diretrizes pedagógicas da escola sejam discutidas logo no ingresso dos juízes

A Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) recebeu, nesta semana (6 a 10/6), os magistrados recém-empossados para a primeira aula do módulo de Formação Inicial da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), que faz parte do 37º Curso Oficial de Formação Inicial de Magistrados.

Participaram como docentes no primeiro dia a secretária-geral da Enfam e juíza federal do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), Cíntia Menezes Brunetta, mestra em Direito, Processo e Desenvolvimento pelo Centro Universitário Christus, e o coordenador do curso, juiz federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), Vladimir Santos Vitovsky, doutor em Direito, Justiça e Cidadania no Século XXI pela Universidade de Coimbra.

O curso

O coordenador do curso destacou: “A Enfam considera importante que haja um módulo dentro da formação inicial com as principais diretrizes pedagógicas, que abrangem temas como juiz contemporâneo, Ética e Humanismo, além do Direito Digital e mídias sociais. É uma forma de a Enfam estar presente no acompanhamento dos cursos com esses temas essenciais”.

Sobre Ética e Humanismo, o juiz Vladimir Santos explicou: “Essa temática é muito importante, principalmente na formação inicial. Os magistrados já chegam aqui com bastante conteúdo jurídico, pois acabaram de ser avaliados, mas a proposta é que saiam das aulas com questionamentos, com uma sensibilidade maior para determinadas situações, em que possam enxergar melhor a complexidade do julgar, que é muito mais do que apenas dar uma sentença”.

Programação

Os magistrados tiveram aulas sobre Direito Digital I: Novas Tecnologias e o/a juiz/a e as Mídias Sociais; O juiz e o controle de convencionalidade; Questões Raciais; Cooperação Judiciária; Proteção do/a vulnerável, Acesso à Justiça e Direito Antidiscriminatório; Questões de gênero, Vieses cognitivos na atuação jurisdicional e Justiça Restaurativa.

Corpo Docente

As aulas couberam ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Rogério Schietti Cruz; e aos juízes Adriana Ramos de Mello, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ); Márcia Maria Nunes de Barros, do TRF2; Cristiano Vilhalba Flores, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS); Edinaldo César Santos Junior, do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE); Marco Bruno Miranda Clementino, do TRF5; Karen Luise Vilanova Batista de Souza, do TJRS; e Laryssa Angélica Copack Muniz, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR).

Confira as fotos da “Semana ENFAM” pelo Flickr da Emerj: https://www.flickr.com/photos/emerjoficial/albums/72177720299617338/with/52129388738/
Fotos: Guilherme Metello

Com informações da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro