Enfam encerra o curso “Conhecer Acessível: Teorias e Práticas da Inclusão

O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (16) e contou com a presença de ministros

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) realizou, na manhã desta segunda-feira (16/5), o encerramento do curso “Conhecer Acessível: Teorias e Práticas da Inclusão”. O curso foi idealizado pela Enfam e teve apoio da Escola do Poder Judiciário de Roraima (Ejurr) e da Rede de Acessibilidade. As palestras foram destinadas a magistrados e a servidores das escolas judiciais e das de magistratura dos tribunais federais e estaduais. Também foram realizados três workshops que buscaram informar e sensibilizar a todos sobre a causa da pessoa com deficiência (PcD).

O diretor-geral da Enfam, ministro Og Fernandes, abriu os trabalhos e defendeu a importância do tema e reforçou o compromisso do Judiciário com a causa. “Vamos trabalhar para que a inclusão seja cada vez mais uma realidade que abraça, afasta o preconceito e toca o coração de todos para o alastramento da compreensão de que sem inclusão verdadeira jamais seremos a sociedade livre, justa e solidária desenhada na nossa Constituição”, frisou o ministro.

A desembargadora do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) e diretora da Ejurr, Elaine Bianchi, parabenizou a Enfam pela iniciativa do curso e disse que a acessibilidade e a inclusão são temas que devem ser prioridade em qualquer instituição. “Ainda que estejamos dando os primeiros passos, tenho certeza de que estamos no rumo certo”, destacou.

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nancy Andrighi, que assumiu a coordenação do evento, descreveu o curso como um momento de extrema importância para sua carreira e para a Comissão Multidisciplinar de Acessibilidade e Inclusão da Corte cidadã. “A comissão multidisciplinar de acessibilidade labuta no STJ há mais de 10 anos e vive com esse curso o seu apogeu. Recebemos o convite para participar deste evento como se recebêssemos um prêmio de alta distinção. Obrigada, ministro Og, pela honraria, ela demonstra a sua sensibilidade e a da sua equipe”, enfatizou.

A ministra destacou, também, que todos os funcionários do Poder Judiciário devem ter um compromisso com a plena efetividade da inclusão. “Vivemos a era digital com muita sofreguidão para adotar todas essas ferramentas do mercado. Nós, do Poder Judiciário, precisamos dar o exemplo. Precisamos ser acessíveis aos nossos cidadãos, acessíveis fisicamente, materialmente, eletronicamente e – por que não dizer? – espiritualmente”, concluiu.

Palestrantes

Em sua exposição, o honoris causa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Romeu Sassaki falou sobre o tema: “Inclusão: por onde podemos trilhar”. Romeu destacou a importância de a Escola abordar o tema. “É animador saber que a Enfam valoriza, enfatiza e amplia a importância e a necessidade de assegurar as práticas inclusivas”, disse Sassaki.

Marcos Pellegrini, professor e consultor em Tecnologias Assistivas e Políticas Inclusivas, falou sobre “A dicotomia entre o simples e o complexo nas atividades diárias”. Pellegrini agradeceu a oportunidade e reconheceu a importância do Poder Judiciário no que chamou de “caminho inclusivo”. “Agradeço ao ministro Og pelo convite e quero destacar que nós tivemos o respaldo da Escola na busca por leis, enfrentamos dificuldades, mas tivemos muitas conquistas”, reconheceu ele.

Retrospectiva

Durante os encontros, especialistas apresentaram práticas voltadas à inclusão na busca conjunta da implementação de uma política de acessibilidade nas escolas judiciais e de magistratura. A ação educativa trouxe experiências acessíveis e inclusivas que foram discutidas como prática educacional e encaminhadas como exemplos mais amadurecidos de inclusão para difusão como aprendizado organizacional.

Participaram da formação magistrados de todos os tribunais do país e membros de todas as escolas judiciais. As palestras estão disponíveis no canal da Enfam e podem ser acessadas por qualquer pessoa que tenha interesse no assunto.

A íntegra do encerramento, assim como as demais palestras do curso, podem ser acessadas no canal da escola, no YouTube, disponível no link: https://www.youtube.com/c/Enfamoficial