Enfam já credenciou mais de 400 cursos

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam) contabiliza o credenciamento de 406 cursos para juízes nos primeiros 10 meses de 2013. No total, são mais de 16 mil horas de qualificação para a magistratura avalizadas pela Enfam.

A Escola da Magistratura Federal (Emarf) do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), com jurisdição no Rio de Janeiro e no Espírito Santo, foi a que mais credenciou cursos junto à Enfam em 2013: 40. A Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), do TJRJ, está em segundo lugar no ranking com 34 cursos credenciados. Na sequência estão a Escola de Administração Judiciária – Ministro Luiz Vicente Cernicchiaro, do TJDFT, e a Escola da Magistratura da 3ª Região (Emag/TRF3), jurisdição de São Paulo e Mato Grosso do Sul, com 32 e 28 qualificações endossadas pela Enfam, respectivamente.

Em termos de horas-aula credenciadas pela Enfam, a Emarf-TRF2 também lidera o ranking: 2386 h/a. Em segundo lugar está a Emerj, 1182 h/a; seguida pela Escola Judicial do Mato Grosso do Sul (Ejud/TJMS), 1008 h/a; e a Emag-TRF3, com 942 h/a. Além de cursos das escolas judicias vinculadas aos Tribunais de Justiça e aos Tribunais Regionais Federais, a Enfam também credenciou qualificações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do Centro de Estudos da Justiça Militar (Cejum), do Conselho da Justiça Federal (CJF), da Escola Nacional da Magistratura (ENM) e do Ministério da Justiça.

 

Histórico

Em 2012, a Enfam credenciou 431 cursos, com um total de 15,7 mil horas-aula. No ano de 2011, foram 354 as qualificações credenciadas – 10 mil h/a. No ano anterior, 2010, o número de credenciamentos foi de 270 (11,5 mil h/a). Já entre 2008 e 2009, foram 391 os cursos credenciados, total de quase 18 mil h/a.