Constelações familiares e sua aplicação no Direito é tema de seminário gratuito

No próximo dia 18, o auditório do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) receberá o Seminário Ordens Sistêmicas da Vida, com palestra da especialista em constelações familiares Sophie Hellinger. O evento, promovido pela Escola Nacional da Magistratura (ENM), é gratuito e aberto a magistrados e operadores do Direito.

Ressalte-se que, por se tratar de seminário, o evento não é passível de ser credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), razão pela qual as horas do simpósio não contarão para cômputo de carga horária mínima necessária ao vitaliciamento e à promoção na carreira da magistratura, nos termos do art. 10, §§1º e 2º, da Instrução Normativa n. 8/2015.

No seminário, Sophie Hellinger apresentará e demonstrará a prática das constelações familiares e das leis sistêmicas descobertas por seu marido, Bert Hellinger, como forma de compreensão e tratamento dos conflitos e questões da Justiça.

Pioneirismo

O Brasil é o primeiro país do mundo a utilizar as constelações no Judiciário para facilitar as conciliações e a resolução de conflitos em diversas áreas, pela iniciativa pioneira do juiz Sami Storch, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), a qual vem sendo replicada por diversos tribunais e entre advogados e outros profissionais, no que diz respeito à mediação e conciliação de conflitos.

“Essa é uma nova ciência que está ganhando espaço não só na Justiça, mas também na saúde, na educação e em outras áreas. Os juízes que estão aplicando as técnicas de constelações, assim como os jurisdicionados, ficam maravilhados com os resultados que surgem quando olhamos para as raízes sistêmicas dos conflitos e dos desequilíbrios nos relacionamentos, facilitando a abertura dos caminhos da paz e da conciliação”, destaca Sami.

Sobre a ciência

Terapeuta e filósofo alemão, Bert Hellinger é criador das constelações familiares e descobridor de ordens sistêmicas que regem a vida e os relacionamentos, as denominadas “ordens do amor”. Ele descobriu como membros de um sistema familiar seguem padrões e destinos trágicos de seus antepassados por meio de vínculos inconscientes e desenvolveu uma ciência pela qual essas dinâmicas ocultas (emaranhamentos sistêmicos) podem vir à consciência e ser tratadas rapidamente.

O filósofo é autor de mais de 83 livros traduzidos em 30 idiomas. Sua abordagem inovadora vem ganhando cada vez mais espaço no meio psicoterapêutico e na área da educação, medicina, coaching, consultoria empresarial, entre outras. Aos 90 anos de idade, Bert Hellinger continua viajando o mundo ao lado de sua esposa Sophie Hellinger, ensinando a prática das constelações familiares para milhares de pessoas.

SEMINÁRIO

Ordens Sistêmicas na Vida – Seminário especial de constelações familiares para magistrados, com Sophie Hellinger

Data: 18/4 (segunda-feira)

Carga horária: 3 horas

Período: das 15h às 18h30

Local: auditório do TJDFT

Inscrições: até 15 de abril de 2016, clicando aqui

Coordenação: Sami Storch (TJBA) e Sandra Silvestre (TJRO)

Com informações da Assessoria de Imprensa da ENM