Juíza do TJ/SP é selecionada para fazer curso na França

A juíza Marina Freire, da 2ª Vara da Comarca de Garça (SP), foi a candidata selecionada para obter a bolsa do curso Formação de Formadores oferecido pela Escola Nacional da Magistratura da França (ENM). O curso será realizado do dia 12 ao dia 23 de maio nas cidades de Paris e Bordeaux, custeado pela ENM.

A seleção contou a parceria da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira (Enfam) que ficou com a responsabilidade de receber as indicações dos magistrados das escolas judiciais estaduais. Posteriormente, a Embaixada da França fez a seleção final.

A juíza Marina Freire tem 33 anos, é diretora executiva da “Internacional Judicial Academy” (Washington), diretora executiva da “Academia de Intercambio y Estudios Judiciales” (Buenos Aires) e coordenadora adjunta da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis).

Marina Freire é formada em Direito pela Fundação Eurípedes Soares da Rocha (SP) e mestranda em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo (USP).  A magistrada possui fluência nos idiomas francês, inglês e italiano.

Ao se candidatar à bolsa a juíza afirma que “interesso-me pelo curso, pois se trata da junção de tudo que mais admiro, ou seja, minha carreira, direito comparado e intercâmbio de conhecimento. Por meio dele, poderei aprimorar minha profissão e transmitir meus conhecimentos aos meus pares e, no futuro, isso representará um passo em direção à minha vontade de poder participar na rede de cooperação judicial internacional”, afirmou.

Concorreram à bolsa os juízes que atuam na formação de magistrados juntos às escolas judiciais e que forneceram certificados de proficiência em língua francesa. As bolsas são oferecidas anualmente.

Leia mais:

Escola da Magistratura da França oferece curso para juízes brasileiros