Livro traz reflexões sobre o futuro da Justiça no Brasil

Qual o futuro da Justiça no país? Isso é o que o livro Magistratura do Futuro pretende apontar, a partir de artigos organizados pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão, e elaborados por um seleto time de magistrados, acadêmicos e juristas.

O Brasil possui um dos maiores sistemas de Justiça do mundo. São mais de 18 mil magistrados, segundo dados do Justiça em Números, divulgado neste ano pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

E, para que possam cumprir cada vez melhor o seu papel, é preciso que esses juízes e juízas saibam quem são, em que ponto querem chegar e qual imagem projetam para a sociedade.

O diagnóstico foi proporcionado por duas importantes pesquisas sobre os juízes brasileiros: Quem somos. A magistratura que queremos, de 2018; e Estudo da imagem do Judiciário brasileiro, de 2019.

Pelas informações obtidas, com possibilidades de cruzamento de dados e outros aprofundamentos ainda não totalmente explorados, as pesquisas provocam novas e instigantes reflexões, segundo sinopse.

A obra registra parte dessas pesquisas. Compõem ainda o livro os três artigos vencedores do I Concurso de Artigos Científicos do Centro de Pesquisas Judiciárias da Associação dos Magistrados Brasileiros.

Como afirma na apresentação o organizador, ministro Luis Felipe Salomão, o que se espera é que “o diagnóstico proporcionado por essas pesquisas e reflexões possa nos ajudar a avançar, com o aprimoramento da formação dos magistrados, a consolidação das nossas prerrogativas funcionais e o fortalecimento do Poder Judiciário brasileiro como um todo”.

Acesse aqui para fazer o download gratuito do livro.