Ministros do STJ desejam sucesso aos jovens magistrados alunos da Enfam

Os 134 juízes alunos do IV Curso de Iniciação Funcional para Magistrados encerraram a capacitação com uma despedida em grande estilo, sendo saudados por cinco ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Além da diretora-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam), ministra Eliana Calmon, prestigiaram o encerramento do curso o presidente da Corte, ministro Felix Fischer, e os ministros Arnaldo Esteves Lima, Castro Meira e Humberto Martins – os três últimos conselheiros da Escola.

O ministro Felix Fischer disse aos magistrados que eles “são motivo de orgulho” de todo o Judiciário e vaticinou: “Sem dúvidas os senhores vão modificar para melhor a nossa magistratura”. O presidente também exaltou a juventude dos novos magistrados. “Nós ficamos mais novos quando estamos diante de vocês”, brincou.

Já a ministra Eliana Calmon ressaltou o projeto da Enfam de trabalhar a magistratura para “inseri-la no contexto da macropolítica nacional, compreendendo que faz parte de um todo, que é o Estado brasileiro”. A diretora-geral também frisou a importância dos jovens juízes desempenharem suas atividades com enfoque na cidadania.

“Queremos que a magistratura se adeque aos preceitos estabelecidos pela Constituição Federal de 1988, e essa mudança começa na base, com os senhores. Não queremos juízes atuando como meros funcionários públicos, mas sim como verdadeiros agentes políticos”, afirmou a ministra.

O IV Curso de Iniciação Funcional para Magistrados  reuniu 134 magistrados de cinco Tribunais de Justiça do país: São Paulo (TJSP), Minas Gerais (TJMG), Paraná (TJPR), Pará (TJPA) e Rondônia (TJRO). Foram cinco dias de intensa atividade, com 19 palestras de autoridades e acadêmicos, cinco oficinas de trabalho sobre temas de relevância para a atividade judicante e visitas ao STJ, Supremo Tribunal Federal (STF), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.