Nova edição do boletim da Enfam destaca primeiro ano da gestão do ministro Cesar Rocha

Em sua décima-primeira edição, o boletim da Enfam desse trimestre começa a circular eletronicamente hoje. Mantendo 12 páginas, destaca os primeiros 12 meses da gestão do ministro Cesar Asfor Rocha. Mostra, por exemplo, que, nesse período, foram credenciados 313 cursos variados, totalizando 44.514 vagas e 12.099 horas de aula. As campeãs de vagas e de horas/aula são, respectivamente, a Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (2.965) e o Centro de Estudos Judiciários (1.958).

Também merece destaque a entrevista do presidente do Copedem, desembargador Antonio Rulli Junior, para quem a ética continua sendo a principal virtude dos magistrados e do Poder Judiciário brasileiro. Outra matéria de relevância lembra o seminário elaborado pela Enfam sobre Direito Comercial. Na oportunidade, especialistas na matéria defenderam a elaboração e aprovação, pelo Congresso Nacional, de um novo Código Comercial. O argumento é que as regras jurídicas nas relações comerciais sofreram profundas alterações na última década.

No artigo, o ministro Luis Felipe Salomão fala da formação dos juízes de hoje. No texto, o ministro afirma que a preparação do magistrado, de grande relevância para o processo de mundialização pelo qual passa a sociedade atual. Segundo ele, um dos problemas contemporâneos mais complexos, “em um mundo sem fronteiras e cada vez mais conectado em razão da revolução ocorrida, sobretudo nos últimos 20 anos, nos meios e modos de comunicação, é, sem dúvida, descobrir a “forma” correta de seleção dos juízes”.