Novos magistrados catarinenses concluem curso de Formação Inicial da Enfam

Os novos juízes que recém ingressaram na carreira concluíram, na última sexta-feira (3/2), o Módulo Nacional do Curso de Formação Inicial da Enfam. O tema final, “O Juiz, a Sociedade e os Direitos Humanos”, foi abordado pelos magistrados José Henrique Torres (TJSP) e Edinaldo César Santos Junior (TJSE).

Durante a formação, os novos juízes foram chamados ao debate e participaram por meio de análises textuais e dinâmicas de aprendizagem, sempre permeadas da multidisciplinaridade proposta pelo curso. O juiz Torres enfatizou o objetivo de desmontar preconceitos e a necessidade de se considerar a dimensão humana em todas as situações.

O palestrante demonstrou, através de uma série de referências literárias, que as leis não bastam para captar o drama do juiz. Recomendou aos colegas-alunos que não sejam “porteiros diante das leis”, em alusão a “O Processo”, de Kafka, e reiterou a importância da garantia dos direitos humanos ao lembrá-los de aproximar a mão do coração.

A resposta dos participantes, que ora iniciam a caminhada na magistratura, endossou o propósito da Enfam.O juiz Felipe Nóbrega Silva destacou a diversidade dos assuntos colocados em pauta, os quais, observou, não costumam ser exigidos em concurso; porém, são questões com que o operador do direito “só se depara quando busca”. Para a juíza Camila Menegatti, os professores buscaram trazer o lado humano do juiz, ao lembrar que é seu dever e responsabilidade conservar tal aspecto para aproximar-se da sociedade e do jurisdicionado.

Fonte: Comunicação Academia Judicial/Cejur – TJSC