Presidente do CNJ cobra empenho no julgamento de ações de improbidade

O ministro Joaquim Barbosa, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou ofício aos presidentes dos tribunais pedindo o engajamento de todos os magistrados no julgamento dos processos relativos à improbidade administrativa e a crimes contra a administração pública.

No ofício, o ministro pede às Cortes para que atualizem regularmente, e com precisão, as informações sobre o cumprimento da Meta 18 do Poder Judiciário, que prevê o julgamento neste ano de todas as ações de improbidade e de crimes contra a administração pública, distribuídas até 2011. A medida foi tomada após o CNJ verificar que alguns tribunais estavam alimentando os dados no sistema de forma incorreta.

A maioria dos tribunais já está repassando as informações ao CNJ. Apenas os Tribunais Regionais Federais da 1ª e da 3ª regiões e o Tribunal de Justiça do Estado de Roraima ainda não repassaram qualquer informação ao Conselho. De acordo com as informações prestadas até esta segunda-feira (20/5) pelos tribunais, ao todo 35.938 processos de improbidade e de crimes contra a administração pública já foram julgados.

 

Fonte: Agência CNJ Notícias