Primeiro curso regionalizado sobre mediação acontece em Recife

Está sendo realizado de 23 a 25 de setembro, em Recife, o primeiro curso regionalizado de Formação de Multiplicadores em Mediação e Técnicas Autocompositivas, destinado a juízes federais. O evento tem a parceria da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), da Secretaria de Reforma do Judiciário (SRJ) e da Escola da Magistratura Federal do TRF da 5ª Região (ESMAFE).

Durante a abertura do curso, o desembargador Lázaro Guimarães, diretor da ESMAFE, destacou a importância da mediação como instrumento que pode não só acelerar a prestação jurisdicional, mas também proporcionar às partes uma relação saudável pós-demanda. Representando a Enfam, o secretário Marcos Degaut lembrou da importância das parcerias feitas entre instituições unidas por objetivos comuns, dos quais o principal é recrutar e capacitar os magistrados, tornando-os mais éticos, mais vocacionados, mais preparados para o exercício da magistratura. “E isso se torna, sobretudo, possível quando baseado na real disposição dos magistrados em continuar seu aprimoramento técnico-jurídico”, afirmou. Participou também da abertura, representando o Ministério da Justiça, Marcelo Vieira, assessor da SRJ.

O curso é coordenado pelos juízes Roberto Bacellar, André Gomma de Azevedo e Eduardo Picarelli e pelo desembargador Néfi Cordeiro, responsáveis por ministrar as seguintes disciplinas: mecanismos de resolução de conflitos e possibilidades de composição; métodos autocompositivos e heterocompositivos de resolução dos conflitos; técnicas de composição de conflito baseadas na negociação; e procedimentos, técnicas e habilidades da mediação.

O curso ora realizado em Recife dá continuidade ao programa de formação em mediação e técnicas de resolução de conflitos. O próximo curso desse programa deverá ser realizado em São Paulo para juízes federais da 3ª Região.

Foto – Juiz Roberto Bacellar, Desembargador Néfi Cordeiro e Juiz Eduardo Picarelli