Seminário Judiciário e Mercado Imobiliário é realizado no próximo mês

Para debater formas de reduzir a judicialidade excessiva e estimular o uso de soluções extrajudiciais para solucionar conflitos relacionados ao tema, a Revista Justiça & Cidadania vai realizar no dia 17 de agosto mais uma edição do projeto Conversa com o Judiciário, com o seminário “Judiciário e Mercado Imobiliário: um diálogo necessário sobre vícios construtivos”.

Os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão e Paulo de Tarso Sanseverino e o juiz federal Antônio Cesar Bochenek são os coordenadores científicos do seminário, realizado com apoio do STJ, do CNJ, da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) e da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

O evento terá transmissão ao vivo pelos canais do YouTube da Revista Justiça & Cidadania do STJ, do CNJ e também do Conselho Federal da Ordem dos Advogados Brasil (CFOAB).

Confira abaixo a programação:
9h – Abertura
Ministro Humberto Martins (Presidente do STJ)
José Carlos Martins (Presidente da CBIC)

9h30 – Painel I
Vícios Construtivos na ótica do STJ
Mediador: Ministro Paulo Dias de Moura Ribeiro, do STJ
Palestrantes: Ministro Ricardo Villas Bôas Cueva, do STJ
Carlos Pinto Del Mar, Advogado
Professor Sergio Cavalieri Filho, Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

10h30 – Painel II
A Judicialização das Demandas de Habitação
Mediador: Ministro Mauro Campbell, do STJ
Palestrantes: Ministro Antonio Carlos Ferreira, do STJ
Juiz Federal Antônio César Bochenek, da 4ª Região
Gryecos Loureiro, Diretor Jurídico da Caixa

11h30 – Painel III
Alternativas para a Desjudicialização Racional
Mediador: Ministro Paulo de Tarso Sanseverino, Presidente da Comissão Gestora de Precedentes do STJ
Palestrantes: Juiz Federal Valter Schuenquener, Secretário-Geral do Conselho Nacional de Justiça
Desembargador Cesar Cury, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

12h30 – Encerramento
Ministro Luis Felipe Salomão, do STJ